WEB RÁDIO VERDADE GOSPEL

ISLAIDE TESTE

ISLAIDE TESTE
webradioverdadegospel@gmail.com

DISPONÍVEL NA PLAY STORY

DISPONÍVEL NA PLAY STORY
DISPONIVÉL NA PLAY STORY

JOÃO 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUPLICIDADE

IBADEP TEOLOGIA

IBADEP TEOLOGIA
IBADEP TEOLOGIA

segunda-feira, 25 de abril de 2022

Cerca de 20 mil pessoas no encerramento da 45ª AGO da CGADB Grande Templo da AD em Cuiabá foi tomado pela presença de Deus; 22 vidas se renderam a Jesus


O encerramento da 45ª Assembleia Geral Ordinária da Convenção Geral dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus do Brasil (CGADB), realizado na noite de ontem (21) no Grande Templo da AD em Cuiabá (MT), fez jus ao nome: “Impactar”. O que se viu no culto festivo, que reuniu cerca de 20 mil pessoas, foram vidas impactadas desde o primeiro momento.

Após a oração inicial, feita pelo pastor Perci Fontoura, 4º vice-presidente da CGADB, entoados pelo cantor Emerson Pedrosa, os hinos da Harpa Cristã, números 535 e 242, deram o tom congregacional.

Pastor José Carlos de Lima, 2º vice-presidente da CGADB, leu o texto bíblico de Daniel 1.1-4 e orou em seguida. Louvando ao Senhor, os cantores Clayton Queiroz e Sara Farias, e os Corais da União da Mocidade das Assembleias de Deus – Ministério do Belém em São Paulo (Umadeb) e da União de Mocidade das Assembleias de Deus de Cuiabá e Região (Ucadecre) conduziram os presentes em adoração tipicamente pentecostal, com manifestações de sons de “glória a Deus”, “aleluia” e línguas estranhas.

Dirigente do culto, o pastor José Wellington Bezerra da Costa Neto, presidente do Conselho Nacional da Juventude Assembleiana (CNJ), agradeceu a todos os que se envolveram na organização para que o encontro jovem fosse possível e ocorresse a contento. Ele ainda falou sobre projetos do CNJ em processo de ampliação, como o Teologizando, e de implantação, como a Rede de Apoio Espiritual e Emocional (REAPE), e destacou o lançamento nacional do filme Bené (que, com participação de jovens maranhenses da AD, narra a história real de conversão de um ex-criminoso), previsto para novembro deste ano, com o apoio do CNJ.

Na ocasião, os membros da nova composição do CNJ foram diplomados e receberam posse em seus cargos com oração feita pelo pastor Irineu Lima Pereira, membro do Conselho Regional Sudeste.

Pastor José Wellington Costa Junior, presidente da CGADB, agradeceu à liderança da Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus no Estado de Mato Grosso (COMADEMAT) e da AD em Cuiabá, em nome da Mesa Diretora e família, a todas as equipes pelo envolvimento e dedicação na organização do evento.

Pastor Ângelo Galvão, líder da AD Ministério do Belém em Mogi Mirim (SP), ministrou a Palavra. Ele leu em Isaías 56.3 e deu o seguinte título à mensagem: “Deus tem uma resposta para a minha geração”. Ao final da mensagem, o avivamento gerou a conversão de 22 pessoas a Jesus. Pastor

Ângelo encerrou sua participação com um brado, juntamente com toda a igreja: “Eu não sou árvore seca, Deus me renovou!”.

Após entregas de placas de reconhecimento da CGADB aos pastores Silas Paulo e Ângelo Galvão; placa da AD em Cuiabá em homenagem ao pastor José Wellington Costa Junior, das mãos do pastor Silas Paulo, líder da AD cuiabana; moção de aplausos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, por meio do deputado Sebastião Resende, aos pastores José Wellington Bezerra da Costa e José Wellington Costa Junior; e homenagem da irmã Cidinha, esposa do pastor Silas Paulo, em nome das mulheres da AD em Cuiabá, à irmã Lídia Dantas, líder da Unemad; o pastor Geraldino Silva, 4º secretário da CGADB, fez a oração final e o pastor José Wellington Costa Junior impetrou a Bênção Apostólica.

 

Pastor Edilberto Silva para o CPAD News - Fotos: Tiago Bertulino

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

NOSSOS OUVINTES,ONLINE, PELO MUNDO

Flag Counter

Heidi Baker sobre a perseguição: “Terroristas podem nos matar, mas não tiram Jesus de nós” A missionária, que vive em Moçambique há quase 30 anos, testemunhou histórias de fé durante a On Mission, em SP.

                               Heidi Baker durante ministração no On Mission, em SP. (Foto: Francielle Cecilia / Global Awakening) Uma das p...