WEB RÁDIO VERDADE GOSPEL

ISLAIDE TESTE

ISLAIDE TESTE
webradioverdadegospel@gmail.com

DISPONÍVEL NA PLAY STORY

DISPONÍVEL NA PLAY STORY
DISPONIVÉL NA PLAY STORY

JOÃO 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUPLICIDADE

IBADEP TEOLOGIA

IBADEP TEOLOGIA
IBADEP TEOLOGIA

quinta-feira, 15 de abril de 2021

Boris Johnson apoia direito de orar por gays em conflito: ‘Não quero criminalizar a igreja’ O direito de orientar homossexuais conforme os padrões bíblicos foi defendido pelo primeiro-ministro do Reino Unido.

                     Boris Johnson em discurso no parlamento do Reino Unido, em 12 de abril de 2021. (Foto: Jessica Taylor/Reuters)

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, defendeu o direito das igrejas de orar por homossexuais que estão questionando sua sexualidade, em meio à proposta de proibir o que é chamado por ativistas LGBT de “terapia da conversão”.

A declaração de Johnson vem em resposta à Aliança Evangélica (EA), que levantou preocupações sobre a possibilidade dos cristãos serem processados, caso a lei sobre o tema fosse alterada.

O premiê britânico disse à Aliança Evangélica que todas as pessoas podem ter “apoio pastoral”, incluindo “oração em igrejas” para tratar sobre sua orientação sexual.

Ele ainda destacou que leva “a liberdade de expressão e a liberdade de religião muito a sério”. “Como vocês, não quero ver o clero e os membros da igreja criminalizados por atividades normais e não coercitivas”, disse.

O governo do Reino Unido anunciou que iria proibir a terapia de conversão em 2018. Em julho do ano passado Johnson deu apoio à iniciativa, chamando a prática de “absolutamente abominável”. 

Em dezembro de 2020, mais de 370 líderes religiosos de todo o mundo, incluindo o arcebispo anglicano Desmond Tutu, uniram forças em uma declaração de apoio à proibição da terapia de conversão.

Mas no mês passado, a Aliança Evangélica protestou com Johnson que a proibição da terapia de conversão impediria os pastores de pregar os princípios bíblicos sobre sexualidade.

A Aliança Evangélica disse que uma nova lei anti terapia de conversão colocaria em risco a liberdade de expressão e religião, e não seria efetiva para prevenir práticas abusivas.

Pedido de igrejas

Em meio ao debate sobre o tema no governo, o diretor da Aliança Evangélica, Peter Lynas, que representa igrejas protestantes no Reino Unido, enviou uma advertência a Johnson.

“Uma definição abrangente da terapia de conversão, e uma proibição ao longo dessas linhas, colocaria os líderes da igreja em risco de processo quando pregam sobre textos bíblicos relacionados ao casamento e sexualidade”, disse Lynas. Ele destacou que as igrejas evangélicas se opõem às “práticas abusivas” no processo de aconselhamento de homossexuais, mas “as propostas para acabar com a terapia de conversão não devem impedir as pessoas de buscar e receber apoio para viver uma vida casta”.

Lynas ainda acrescentou: “Ironicamente, aqueles que pedem a proibição estão promovendo políticas que discriminam pessoas com base em sua sexualidade — impedindo alguém que é gay de acessar o aconselhamento disponível para uma pessoa heterossexual”.

O governo ainda não revelou o escopo do projeto de lei para banir a terapia de conversão, embora uma lesgilação possa ser aprovada no Parlamento ainda este ano.

FONTE: RVG, COM INFORMAÇÕES DO DAILY MAIL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

NOSSOS OUVINTES,ONLINE, PELO MUNDO

Flag Counter

China usa crianças para espionar e ameaçar suas famílias cristãs O Partido Comunista Chinês está usando os filhos menores de famílias cristãs para espionar os pais e ameaçando prejudicar a educação universitária dos filhos mais velhos.

                                O novo método de perseguição da China foca nos filhos de famílias cristãs. (Foto: The New York Times). A últ...