WEB RÁDIO VERDADE GOSPEL

RADIO WEB VERDADE GOSPEL

RADIO WEB VERDADE GOSPEL
24 HORAS NO AR

ISLAIDE TESTE

ISLAIDE TESTE
webradioverdadegospel@gmail.com

DISPONÍVEL NA PLAY STORY

DISPONÍVEL NA PLAY STORY
DISPONIVÉL NA PLAY STORY

JOÃO 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUPLICIDADE

IBADEP TEOLOGIA

IBADEP TEOLOGIA
IBADEP TEOLOGIA

sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Terroristas atacam vilarejo cristão durante culto e matam 12 pessoas, na Nigéria Os terroristas invadiram o vilarejo no horário dos cultos matinais. Além de matar 12 moradores, o grupo também sequestrou mulheres e crianças.

A perseguição sofrida por cristãos na Nigéria já tem sido considerada genocídio em diversos relatórios entregues por organizações de direitos humanos à ONU. (Foto: AP)

Terroristas islâmicos no nordeste da Nigéria atacaram um vilarejo predominantemente cristão perto de Chibok, estado de Borno, na manhã de domingo (1 ° de novembro), matando 12 cristãos e sequestrando mulheres e crianças, disseram fontes.

Em Takulashi, a menos de 16 quilômetros de Chibok, onde os terroristas do Boko Haram sequestraram 276 meninas cristãs em 2014, os agressores chegaram com armas automáticas em seis caminhões de armas e três veículos pesados ​​e atiraram contra qualquer um que estivesse à vista, disse o morador da área Ishaku Musa.

“Eles também incendiaram casas e saquearam alimentos de nossas casas”, disse Musa à agência Morning Star News por mensagem de texto. “Ao final dos tiroteios e saques, que duraram cerca de duas horas, 12 pessoas da nossa comunidade foram mortas, três mulheres foram sequestradas e também quatro crianças foram sequestradas pelos agressores do Boko Haram”.

O pastor de uma igreja local estava entre os mortos. Os moradores suspeitaram que os agressores eram militantes do Boko Haram, que visa impor a Sharia (lei islâmica) em toda a Nigéria, já que o grupo é conhecido por atacar aldeias e comunidades cristãs, enquanto um grupo dissidente do Boko Haram, a província do Estado Islâmico da África Ocidental (ISWAP), geralmente ataca instalações militares.

Os terroristas invadiram o vilarejo por volta das 9h, pela manhã, quando os cultos estavam ocorrendo, disse Musa.

O Rev. Zakariya Musa da Igreja dos Irmãos na Nigéria (Ekklesiyar Yan'uwa a Nigéria, EYN), disse que nove das 12 pessoas mortas eram membros de sua igreja, e que um dos outros três mortos era o pastor da congregação da Igreja de Cristo nas Nações (COCIN). Ele chamou as outras duas pessoas mortas de “vigilantes”, defensores que teriam vindo de dentro da comunidade cristã.

Musa disse em um comunicado aos membros da igreja que muitos cristãos da vila ainda estavam desaparecidos. Uma equipe da EYN estava dando bolsas de estudo para órfãos em Chibok, que perderam os pais devido aos ataques do Boko Haram, quando receberam a notícia de que os mortos eram “nove membros da EYN, dois vigilantes e um pastor da igreja COCIN”.

Das 276 meninas que Boko Haram sequestrou de uma escola secundária em Chibok predominantemente cristã em abril de 2014, 57 escaparam do cativeiro e 107 foram libertadas após negociações do governo, enquanto 112 ainda estão sob poder dos terroristas.

Genocídio na Nigéria

Em 30 de janeiro, a ‘Christian Solidarity International’ (CSI) emitiu um alerta de genocídio para a Nigéria, conclamando o Membro Permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas a agir. A organização cristã emitiu o apelo em resposta a "uma onda crescente de violência dirigida contra os cristãos nigerianos e outros classificados como‘ infiéis ’por militantes islâmicos nas regiões do cinturão central e norte do país’”.

A Nigéria ficou em 12º lugar na Lista da Portas Abertas (EUA) para 2020 de países onde os cristãos sofrem mais perseguição, mas o segundo lugar em número de cristãos mortos por causa de sua fé, estando somente atrás do Paquistão.

FONTE: rvg, COM INFORMAÇÕES DO MORNING STAR NEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

NOSSOS OUVINTES,ONLINE, PELO MUNDO

Flag Counter

Cerca de 90 cristãos são expulsos de aldeia em Bangladesh Interceda pelas famílias, que estão convictas na decisão de não negar a Jesus, apesar da perseguição

  Os cristãos não são aceitos como parte da comunidade e não podem ter contato com os outros aldeões No Sudoeste de  Bangladesh , 21 família...