WEB RÁDIO VERDADE GOSPEL

ISLAIDE TESTE

ISLAIDE TESTE
webradioverdadegospel@gmail.com

DISPONÍVEL NA PLAY STORY

DISPONÍVEL NA PLAY STORY
DISPONIVÉL NA PLAY STORY

JOÃO 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUPLICIDADE

IBADEP TEOLOGIA

IBADEP TEOLOGIA
IBADEP TEOLOGIA

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Multidão furiosa cerca casa de cristãos no México Cristãos perseguidos fogem e recebem ajuda espiritual, emocional, financeira e jurídica da Portas Abertas

A Portas Abertas contou a história de Assunção, um cristão mexicano que enfrenta perseguição desde que os pais dele decidiram seguir a Jesus em Yitzal Tres Lagunas, Sul do México. Já na escola, ele sabia o que era ser rejeitado por ter uma fé diferente dos demais alunos. Porém, mesmo com tanta hostilidade, o evangelho cresceu e mais pessoas foram se tornando cristãs. Quando decidiram construir uma igreja na cidade, os vizinhos se opuseram e destruíram o pouco que havia sido edificado. Logo, os governantes interviram nos conflitos e estipularam que a nova comunidade de fé deveria apoiar um dos cinco festivais da igreja católica local. Mas a liderança católica exigiu depois que todos os trabalhos fossem apoiados e expunha as pessoas que não tinham contribuído, aumentando assim a animosidade contra os protestantes.

O pai e o tio de Assunção representaram o interesse de outras cinco famílias contra a decisão de contribuir para os festivaias católicos e, por isso, foram presos. Durante a detenção, a família do cristão mexicano precisou ficar trancada em casa, já que uma multidão furiosa cercava o local. “A porta da frente e todas as janelas estavam trancadas. Nós tínhamos medo. Ouvimos a multidão dizer que eles iriam queimar nossa casa e estuprar nossas mulheres. Não podíamos sair para comprar mantimentos, então tivemos que comer o pouco que nos restava em nossa cozinha", conta Assunção.

Enquanto os dois cristãos estavam presos, os demais oravam e jejuavam em casa: “Pedimos a Deus para nos proteger e a todos os membros da nossa família, bem como os outros cristãos”. Após três noites detidos, os homens foram libertados e a família de Assunção foi viver em Comitán. Lá, eles e outras quatro famílias conseguiram apoio financeiro da Portas Abertas, encontraram assistência jurídica e puderam fazer o treinamento Permanecendo Firme Através da Tempestade. “Aprendi que não estamos sozinhos nisso. Não somos os primeiros a ser perseguidos por razões religiosas e não seremos os últimos”, finaliza.

FONTE PORTAS ABERTAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

NOSSOS OUVINTES,ONLINE, PELO MUNDO

Flag Counter

Mais de 340 milhões de cristãos enfrentam perseguição no mundo Número total de mortos por causa da fé em Jesus aumentou 60% na LMP 2021

            Número de cristãos perseguidos aumentou 30% na Lista Mundial da Perseguição 2021 A pesquisa feita pelas Portas Abertas em mais d...