WEB RÁDIO VERDADE GOSPEL

RADIO WEB VERDADE GOSPEL

RADIO WEB VERDADE GOSPEL
24 HORAS NO AR

ISLAIDE TESTE

ISLAIDE TESTE
webradioverdadegospel@gmail.com

DISPONÍVEL NA PLAY STORY

DISPONÍVEL NA PLAY STORY
DISPONIVÉL NA PLAY STORY

JOÃO 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUPLICIDADE

IBADEP TEOLOGIA

IBADEP TEOLOGIA
IBADEP TEOLOGIA

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Missionário se apegou à Bíblia para sobreviver a campo de prisioneiros na 2ª Guerra Mundial O professor e missionário Menno Gilliam acabou sendo convocado para lutar na Ásia durante a 2ª Guerra e foi preso em um campo de trabalhos forçados.

 Prisioneiros em situações precárias no campo de trabalhos forçados em Mianmar. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Flor, nosso caminho não é fácil. É uma estrada difícil e difícil, assim como os israelitas sob poder do Faraó no Egito, trabalho duro e opressão implacável. Se Deus não encurtar o tempo e se não nos sustentar momento a momento, não duraremos muito mais. Estar tão longe de casa e de todos os meus entes queridos neste domingo é mais do que posso suportar. ‘Senhor, traga-nos de volta em breve.’”(Menno Gilliam, 7 de fevereiro de 1943, Obra "Shadow of the Sun", 2020).

Imagine levar sua esposa e filhos para um país estrangeiro para administrar uma escola e servir aos habitantes locais e, em vez disso, ser separado de sua família, convocado para o exército de seu país e, em seguida, internado em um campo de prisioneiros de guerra.

Essa é a história contada pelo novo livro "Shadow of the Sun", um romance histórico baseado na história da vida de Menno Gilliam, um diretor de escola e missionário, que foi recrutado para o exército holandês para lutar contra os invasores japoneses nas Índias Orientais Holandesas (agora Indonésia) durante a Segunda Guerra Mundial.

“(É) uma história de sobrevivência contra todas as probabilidades que aconteceram 75 anos atrás na Segunda Guerra Mundial, na Ásia do Pacífico”, disse o autor Marney Blom. “É uma história, na verdade, sobre a minha família.”

Em 2013, Blom estava ajudando sua irmã a limpar coisas armazenadas em sua casa quando encontrou um tesouro.

“Me deparei com essas letras minúsculas. Elas caíram de uma caixa - (no) porão da minha irmã - e quando olhei para elas, percebi que essas eram as cartas que meu avô escreveu como prisioneiro nas selvas do norte da Tailândia (quando ele era) um dos prisioneiros de guerra que estava trabalhando na ferrovia de Burma”, disse Blom ao CBN News.

“E essas eram cartas que ele escreveu para minha avó. Eram cartas secretas proibidas. Se ele fosse pego, teria sido morto, mas no processo, ele ainda estava documentando o que estava acontecendo; foi o relato de uma testemunha ocular dos prisioneiros de guerra ”, disse Blom.

“Bem, meu avô era na verdade um missionário na Indonésia. Ele foi enviado da Holanda em 1928 e ele foi recrutado pelos militares das Índias Holandesas e então ele foi capturado pelos japoneses quando os estes invadiram as Índias Holandesas”, disse ela.

“Por mais de três anos ele foi, na verdade, um escravo, um prisioneiro dos japoneses e foi enviado para o norte da Tailândia e acabou indo para o Japão, onde lançaram as bombas atômicas”, acrescentou.

Gilliam não sabia que sua esposa Flor e sete filhos também haviam sido levados para um campo de internamento japonês na ilha de Java. Uma das crianças foi assassinada e outras três quase morreram.

O título do livro, que traduzido significa “Sombra do Sol”, foi inspirado no sol da bandeira japonesa sob a qual eles foram prisioneiros, e também na passagem bíblica do Salmo 91, “Aquele que habita no lugar secreto do Altíssimo habitará na sombra do Todo-Poderoso.”

“Eles se apegaram àquela escritura e isso lhes deu grande esperança e força”, disse Blom.

Este mês marca o 75º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial no Extremo Oriente (embora a rendição oficial tenha acontecido em 2 de setembro de 1945).

“Shadow of the Sun” será lançado na sexta-feira, 21 de agosto, e o mundo está envolvido em um tipo muito diferente de luta contra o COVID-19.

“O livro está sendo lançado em um momento em que o mundo enfrenta grandes incertezas e muitas pessoas sofrem, e esta é uma história da fidelidade de Deus em um momento muito difícil”, disse Blom.

“Além disso, é uma história de escolha de confiar em Deus em meio às dificuldades, em meio a mortes, sendo cercada pela morte, sendo cercada pela fome e apenas um mundo completamente mudado”, disse ela.

O chefe do Gabinete do CBN News para o Oriente Médio, Chris Mitchell, escreveu sobre o livro: "Se tornar como uma vasilha de metal na fornalha da aflição - que parece um filme - é uma lição oportuna para confiar em Deus mesmo na situação mais desesperadora".

Blom já escreveu o roteiro da história e espera fazer um filme a partir dela em breve. O livro estará disponível (em inglês) na Amazon ou no site.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA CBN NEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

"Se abortar é um direito da mulher, onde estava o meu direito?", diz sobrevivente de aborto Gianna Jessen elogiou o presidente dos EUA, Donald Trump por sua decisão em favor dos sobreviventes de abortos malsucedidos.

  Gianna Jessen nasceu com paralisia cerebral após sua mãe biológica tentar abortá-la nos anos 70. (Foto: AP Photo/Pablo Martinez Monsivais)...